Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governo orienta sobre uso de defensivos naturais na produção agrícola

Notícias

Governo orienta sobre uso de defensivos naturais na produção agrícola

O Governo do Estado, por meio da Emater, empresa integrante da Gestão Unificada (GU) que integra a Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, estimula a prática do uso de defensivos alternativos com o objetivo de minimizar o uso de agrotóxicos, atendendo aos produtores interessados na substituição total ou parcial dos agroquímicos, utilizados no controle de pragas.

catolé5.jpegNa semana passada, os agricultores familiares da comunidade rural Jenipapo dos Lucios, no município de São Bento, no Sertão, foram orientados sobre a preparação e uso de defensivos naturais e biofertilizantes para o combate de pragas na produção agroecológica.

O evento foi organizado pela coordenadoria da Emater em Catolé do Rocha, com acompanhamento do coordenador Humberto Cavalcante, onde um grupo de extensionistas rurais disponibilizou treinamento com o intuito de levar essa tecnologia aos agricultores da região.

catolé6.jpegOs defensivos naturais têm como características principais, principalmente a baixa ou nenhuma toxicidade ao homem e à natureza. Sua utilização em sistemas orgânicos de produção demonstra defensivos com menos ou nenhum resíduo químico, portanto, mais saudáveis para o consumidor final.

O biofertilizante é um adubo orgânico, bastante utilizado na agricultura orgânica, agroecológica. Pode ser aplicado diretamente no solo ou como adubo foliar, sendo este último a forma mais utilizada pelos agricultores. A principal função do biofertilizante é substituir os fertilizantes químicos na nutrição das plantas, mas seu uso é mais amplo, podendo ser aplicado como defensivo natural contra diversas pragas e doenças, como forma de aumentar os fitohormônios das plantas, solução nutritiva hidropônica, dentre outros.

Voltar para o topo
Gestão Unificada - A Gestão Unificada, integrada pela Emepa-PB, Interpa-PB e Emater-PB