Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto Ecoprodutivo: Nascem novos ovinos Dorper no Quilombolas do Bonfim

Notícias

Projeto Ecoprodutivo: Nascem novos ovinos Dorper no Quilombolas do Bonfim

O trabalho de melhoramento genético de ovinos da raça Dorper no Quilombolas do Bonfim, no município de Areia, onde o Governo do Estado executa o Projeto Ecoprodutivo, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca, começa a apresentar resultados positivos. Nasceram novos animais que estão contribuindo para consolidar o plantel das famílias agricultoras ali residentes.

Segundo o presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, o Programa de Melhoramento Genético no Quilombolas Bonfim tem por objetivo a melhoria genética do rebanho da comunidade e, com isso, proporcionar mais uma fonte de renda para as famílias. Os trabalhos são acompanhados pela coordenadora do Projeto Ecoprodutivo, pesquisadora Ivonete Menino Berto e pelo extensionista rural Marcílio Maurício dos Santos.

Os animais são originados do Programa de Melhoramento Genético da Emepa. As atividades de transferência de tecnologia genética da ovinocultura no Quilombolas do Bonfim foram iniciadas no mês de maio de 2016, quando foram repassados dois machos e duas fêmeas de ovino da raça Dorper aos agricultores Luciano Wanderley de Maria e Expedito de Sousa de Maria, com a finalidade de que serem utilizados para a melhoria genética do rebanho da comunidade. Ambos foram escolhidos entre os demais porque, na ocasião, apresentavam as condições adequadas para o manejo dos animais.

A realização de treinamentos pelos técnicos da Emater Everaldo Cadena e Marcílio Maurício possibilitou aos criadores conhecer práticas de manejo adequado com relação a alimentação, principalmente em período de reprodução, higiene das instalações, conforto térmico, controle de parasitas e análise de mercado consumidor para ovinocultura na região. Os animais foram examinados, vermifugados e alguns machos castrados.

Os animais entregues a Luciano, por questão de adequação de manejo foram repassados para o agricultor José Sebastião Gomes de Maria, mas esse casal de animais ainda não reproduziu. No entanto, os ovinos do agricultor Expedito procriaram e hoje se encontra com seis animais (resultado a concepção do reprodutor), sendo uma fêmea de cinco meses, dois machos com dois meses e uma fêmea de um ano.  Interessante destacar que uma das fêmeas desta primeira cria começou o ciclo reprodutivo, estando com dois filhotes, sendo um macho e uma fêmea.

Dentro do processo de multiplicação do rebanho adotado pela Gestão Unificada, o reprodutor foi cedido para outros agricultores que tinham rebanho ovino nas unidades de produção, como foi o caso da agricultora Maria Verônica Alves de Maria, que utilizou o carneiro para cruzar com duas ovelhas do seu rebanho, resultando que uma fêmea com dez meses de idade já deu cria de três borregos de uma única vez. Outras duas fêmeas estão em estado de prenhez, sendo uma com quatro meses e a outra com dois meses de idade.

Voltar para o topo
Gestão Unificada - A Gestão Unificada, integrada pela Emepa-PB, Interpa-PB e Emater-PB